Voilà, c'est finit!

sábado, fevereiro 09, 2008

As pessoas desaparecem por Natureza. Perde-se o contacto. Quebra-se a comunicação, por uma ou outra razão. Mas, seja como for, estão lá. A morte é a única forma de as apagar definitivamente, dizem os entendidos. É a única forma de não persistir na esperança em relação a alguém. "Mortes sinistras. Mortes santas... são mortes". É certo. Custa sempre, mas passa, dizem os entendidos. Mas o que aqui morreu, não é exclusivamente físico, não é exclusivamente certo, e a prova disso é que não passa. Deixa marca (cratera). Deixa um bater de coração diferente - mais desassisado - que por incrível que pareça teima em manter-se volúvel . É um vazio imenso que me faz rebentar, ou querer rebentar. Explodir, dizem os entendidos. Tudo isto foi a minha imaginação, tão poderosa que me senti-a gélido quando te via. Gelidez essa - tão forte - que quis sugar-me a pele de desejo só por te cheirar. E agora, depois de tantas injúrias, tão dramáticas, o fim saltou... não sei bem de onde e fez cair o escabelo que tinha debaixo dos pés. O "fim" graceja porque sempre esteve lá, dizem os entendidos. Sempre nos ouviu quando "estávamos sozinhos". Sempre se riu do que nos ouvia ciciar. E agora ri-se só de mim. Todos sabemos isso...eu, tu e o fim (a eterna trilogia). Mas não consigo, lamento. O cérebro grita que já és vazio, mas o meu corpo não desiste tão facilmente. Onde estás? Onde te meteste? Porque te calaste se me enlouquece o silêncio de te querer ouvir e não falares? Onde foste? ... Vejo-me consecutivas vezes dentro de um túmulo ... Bato. Bato. Bato e não se abre a tampa. Contudo o furinho que deixaste , permite que entre ar suficiente para eu não morrer.. Devo agradecer-te? Não.. dizem os entendidos.

_______________________
Cuidado com os teleféricos.

10 comentários:

Seasoing disse...

O vazio deixado por uma pessoa, nunca mais é preenchido, é que nunca se fazem duas pessoas iguais, e no meu entender, não existe ninguém que venha susbituir outro

Seasoing disse...

Tás mesmo na boa, eu não me deixei rebaixar, e acho que toda a gente sabe que nunca viro a cara a ninguém, a não ser que essa pessoa me tenha tentado fazer mal, ou tenha mesmo

'stracciatella disse...

Adorei o texto. Revi.me bastante nele.
Pena que aquilo que te motivou a escrevê.lo não seja, provavelmente, nada de positivo.
É difícil libertarmo.nos daquilo que antes nos prendeu. Parece que persiste sempre uma centeia de esperança (ou seja lá o que for), que nos deixa completamente entorpecidos e nos impede de reagir.

~~~~~~~~~~~~~~

A minha super machine (com 92 ficheiros, afinal xD) não me falhou, mas a presença do stor bem ao meu lado teve alguns efeitos negativos. Enfim..

***

'stracciatella disse...

Não sei exactamente de que é que se trata o teu caso, mas digo.te, de qualquer forma, que terás de ser determinado. Se se trata de <3, tenta não vacilar, para que não acabes por dar um passo à frente e dois atrás. Arranja qualquer coisa que te distraia, nem que seja apenas por alguns momentos.
Estas coisas sufocam. =/

Tenho a mania de me armar em conselheira barata, não leves a mal.

***

'stracciatella disse...

No início do Verão aconteceu.me uma situação do género. Doeu. Doeu muito, até. Depois, cada vez que estava prestes a esquecer e prosseguir, acontecia sempre algo que me fazia voltar atrás. Isto tem vindo a repetir.se até hoje e ainda não me 'curei'. Como grande palerma que sou, agarro.me com unhas e dentes às mais pequenas coisas e depois, quando elas se retiram de novo sorrateiramente, volto a cair. É péssimo. Sinto que nunca me vou conseguir libertar, que não tenho força suficiente para isso. O pior é que, por vezes, até duvido se quero mesmo pôr fim a isto. Tanta fraqueza!

Estou a fazer do blog quase um confessionário, pode ser que aquela coisa que se diz por aí 'falar dos problemas ajuda a resolvê.los' tenha algum fundo de verdade. x)
Psicologia é a minha segunda escolha. :P

***

minirádio disse...

Estranho caso... (Às vezes) vemos aquilo que queremos ver e não aquilo que está à nossa frente...Dizem os entendidos!

Dizem os entendidos... "Provavelmente será só uma fase, uma coisa que passará depois da adolescência, digo eu, já não falta tudo."

Dizem os entendidos… que aos 18, nada é definitivo!

Quando a luzes da sala de cinema se apagam em ritmo de fade-out... se fixarmos apenas numa, a partir de certo momento, é só essa que conseguimos ver! Ou melhor, só conseguimos ver "o furinho que deixaste".

Contudo, o "furinho" que te deixaram, não deixa entrar ar suficiente para tu não morreres. Ao contrário, por ele entra um ar fétido, envenenado que te faz sufocar, que te põe taquicardíaco, que te faz pensar que os entendidos, desta feita, se enganaram...

Dizem os entendidos...Que basta um piscar de olhos e conseguimos, de imediato, ver as outras luzes!

Dizem os entendidos... Que não morres porque o teu túmulo só tem tampa.
Pisca os olhos! Vira a cabeça! Vai doer um bocadito… mas, vais ver que o túmulo não tem lados.

Dizem os entendidos... Que o ar que te mantém vivo, vem daí.

Dizem os entendidos... Que o melhor do mundo são os amigos, os verdadeiros, os que não nos abandonam, os que estão sempre ao nosso lado.
Não olhes só para o "furinho"! Olha para o lado...estão lá os teus amigos! Os que te fazem respirar e ser feliz! De certeza que vive lá, aquela que estará sempre ao teu lado! Só tens que acreditar nisso ...Dizem os entendidos!

Dizem os entendidos... que só se tornaram entendidos porque já respiraram o ar desse "furinho".

Deves agradecer-lhe? Sim!
Mas não lho digas! Ela não vai perceber!

...Dizem os entendidos!

'stracciatella disse...

Querido muro das lamentações, diz ao Ivan que foi realmente terrível ao deixar.me cheia de curiosidade e não me esclarecer, mas que eu o perdoo e o despenso de explicações, uma vez que me sinto culpada por ser tão coscuvilheira. Obrigada.

-------------

Isabel Allende na lista negra?! :O

***

'stracciatella disse...

Estava a falar a sério, não precisas mesmo de contar. Mas, se o muro das lamentações me disponibilizar o teu mail, eu não o recuso.

***

filipa disse...

Não vou falar de nada em realção a isto. A unica coisa que faço e' mandar-te um beijinho.
Va' e outro do 'nosso' menino ;)

Costinha disse...

Consegues ultrapassar isto!, és mais forte do que tudo e mais alguma coisa, campeão.
Um grande abraço.

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP