Em Ritmo Binário

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Estive a ouvir um CD que - confesso - não ouvia há imenso tempo. Um conjunto de 9 músicas que ouvi repetidamente durante um certo período da minha vida, e que se tornaram numa banda sonora de referência para os sentimentos que aí vivi. Acontece-me tanto... músicas e cheiros associarem-se ao que sinto em determinada altura da minha vida. Adiante..

À medida que as faixas iam avançando, uma após a outra, por uma ordem que desconhecia ainda saber de cor, vinham-me à cabeça imagens dessa época passada dos sentimentos que marcaram esse tempo quase longínquo. Como se voltassem todos ao presente, para uma breve visita de 5 minutos, apresentando-se como um álbum de fotografias. Ainda agora, que desliguei a música e os sentimentos se despediram, deixaram para trás uma réstia de cheiro desse passado. O passado pode morrer, mas deixa sempre fantasmas para nos fazerem companhia. E nós até "agradecemos" que assim seja...


_______________________
Cuidado com os teleféricos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Também tenho um CD desses que marcam uma fase importante da nossa vida. Mas ainda não chegou o meu momento certo para o ouvir...

=/

André Alves disse...

Acabas sempre por aliar certa canção ou almbum ou artista a certo acontecimento.
Depois voltas a ouvir e sentes tudo o que sentias na altura.
É bom mas estranho. E perigoso sometimes.
Além disso, como disse a Rikku "Memories are nice, but that's all they are."

P.S. Excelente música, desconhecia totalmente.

'stracciatella disse...

Ao longo da vida, vais criando uma espécie de banda sonora, a que associas acontecimentos, caras, sentimentos..
A música acaba depois por funcionar como um álbum fotográfico que engloba vários pedacinhos do teu percurso e, ao ouvi.la novamente, vês.te 'obrigado' a reviver ou a recordar tudo isso, pois, se és minimamente sensível, é impossível ficares indiferente àqueles sons, ritmos, etc..
Por vezes, é óptimo; outras vezes, nem tanto..

***

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP