Pigeon Noir

terça-feira, junho 03, 2008

Quando decidi criar este blog prometi desde logo que só escreveria quando tivesse algo para dizer e assim fiz. Durante este último mês não tive grande coisa para dizer porque aconteceram coisas demais para ter tempo de aqui as revelar. Entrei numa espiral de trabalho, que só deus nosso senhor todo poderoso (e mais qualquer coisa..) sabe.
A verdade é que hoje sinto-me um pai ausente. Um pai que abandonou o seu rebento, deixando-o exposto a toda uma gama de perigos. O meu blog não está habituado a isto. Eu que me considero um homem de família, um homem que preza os seus e que os considera acima de tudo.. falhei. Tal como Jesus Cristo um dia disse:

« Um "bom" pastor não abandona o seu rebanho no deserto! »
Serei portanto um herege? Um doutrinador mal sucedido? Talvez. Precisarei de recorrer a silicoflagelação, como Silas? Não. Comprometi a "ivangelização"? Não. O Proselitismo falhou? Não. Estará a missionação comprometida para todo o sempre? Não. [...] na verdade nem tudo é negro e fúnebre. O que não invalida o facto de ter sido um mau pai...

Acho que já o perceberam onde quero chegar [...] esta ausência temporária do blog, este abandono, fez-me mal. O silêncio incomoda-me. Como já muitos o disseram, por vezes o silêncio pode ser ensurdecedor e eu mastigo, eu trinco o silêncio antes que este me liquide por completo. No entanto - ironia do destino dirão alguns de vós - quando vou ao cinema gosto de ficar em silêncio absoluto, quando vos escrevo não gosto sequer de estar a ouvir música, se vou com aquela pessoa, gosto muitas vezes de ficar em silêncio sem que isso magoe, sem que isso incomode, como se fossem muitas palavras, como se aqui o silêncio fosse apaziguador e provasse, ao não causar estranheza ou qualquer desconforto, que a relação (independentemente do estado) se faz de silêncios destes. E era tudo relativamente a isto.

O Blog volta desta forma à sua actividade normal.

PS: Não se aflijam continuo a ser ateu da cabeça aos pés.
_______________________
Cuidado com os teleféricos.

4 comentários:

Anônimo disse...

o calado vence sempre!

... mas podes tentar o "happy nightingale" em vez do black pigeon. É muito mais alegre e diz muito mais contigo

André Alves disse...

"I left both my children, I abandoned them. They say it's the worst thing a mother can do."

Shame on you, shame on you.

'stracciatella disse...

Finalmente tenho motivos para voltar a aceder ao blogspot.! Não ao meu, coitado, mas aos de terceiros. Estava a ficar monótona, a vida de blogger..

***

Anônimo disse...

Antes de tudo escrever um blog tem que ser prazeroso, não importa o tema!

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP