A Roupa

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

«Maria meu amor, chega aqui se fazes favor! Ó Mariaaaa! Olha lá, não será melhor comprarmos mais roupa para o miúdo? Ele cresce todos os dias, é impressionante! Será normal? Ainda ontem era um bebé igual aos outros... hoje parece um homem de meia idade. Raios me partam!»

Ora, sejamos coerentes, isentos e imparciais como manda a lei senhoras e senhores. Façamos um raciocínio por redução ao absurdo. Vamos supor que precisamos de comprar roupa para bebé. Vamos supor que somos pais, que temos uma catrefada de filhos e filhas, e temos que os vestir. Ora, os bebés são pequenos.. pequeníssimos a maior parte das vezes. Isto é um dado empírico, baseado em raciocínios indutivos e na experiência do dia a dia. Logo, e vamos lá ver se não me engano, a lógica será: corpo pequeno - roupa pequena; roupa pequena - menos substância, menos matéria; menos substância, menos matéria - produtos mais baratos. Mas não, não é assim que as coisas parecem funcionar. Mania esta que temos de inverter a ordem lógica das coisas. Bem sei que a costureira não recebe menos por fazer roupas versão-miniatura, bem sei que o imposto sobre o valor acrescentado é exactamente o mesmo da roupa de adulto, mas será que justifica isto? Roupa de bebé mais cara que roupa de adulto? É um absurdo senhores leitores. Um absurdo. Um bebé, não me canso de dizê-lo, cresce ao ritmo de uma colónia de bactérias. Compra-se uma camisola às cinco da tarde e às nove da noite já deixou de servir. Que se faça a revolução!
______________________
Cuidado com os Teleféricos.

40 comentários:

mrgrd disse...

Concordo completamente.

Cat disse...

Ainda há uns dias atrás falei nisso em casa... é mesmo verdade! E é um abuso os preços que praticam nessas roupitas!

'stracciatella disse...

E o calçado?! Roupa ainda conheço um ou dois sítios onde se compra barato mas os mini-mini-ténis ou os mini-mini-sapatinhos custam os olhos da cara!

***

Castiel disse...

A roupa é um absurdo e ainda por cima nunca serve para mais do que uns meses ou um ano, é absolutamente exagerado. *

annaponto. disse...

por isso é que dantes as crianças andavam só com a fralda. agora só não se deixam as crianças só com a fralda porque vem logo uma assistente social e retira-nos a criança para dar para adopção.

lilipat2008 disse...

A única explicação que vejo para isto é o facto de dar um cadito mais de trabalho a trabalhar uma peça pequena, mas por outro lado, a quantidade de tecido é menor e hoje em dia há máquinas para tudo, por isso, o trabalho deve ser mais ou menos o mesmo...enfim...é uma calamidade pública...temos que nos revoltar...:)
Venho retribuir a visita e gostei muito do teu espaço. Hei-de voltar

bjitos

Rita Silva disse...

Eu acho uma verdadeira idiotice é ver roupa de bebes igual a de adultos mais cara que a dos adultos !!!
Mas vejamos, é por toda gente comprar e não reclamar que eles continuam a produzir ! --'
E já agora.. pq é q tem q ser a Maria a comprar e não o Homem ?
Segundo a lei e até a lei moral as tarefas são divididas.. ou seja, pode perfeitamente o homem ir comprar :))

beijinhos *

*flor* disse...

lol

e as fraldas??!!

Ainda não percebi a lógica de pagar tanto dinheiro por uma coisa que serve para defecar as necessidades fisiológicas.




beijito*(=

V disse...

Apoiado! Tudo para a rua, que isto não tem jeitinho nenhum. Daqui a nada não se pode mandar vir ao mundo a canalha, isto com a crise... :p

Filipa <3 disse...

concordo, mas até que nem me importo de gastar com estas roupinhas, tão fofas :P

Catarina disse...

quiçá, um dia no futuro, existem fatos ou roupas de borracha dos 0 aos 24 meses... poupava-se bastante dinheiro.

Sandra disse...

Bem eu daqui a pouco sou tia, e estou a ver que todas as roupinhas que temos comprado para ela vão ser em vão. Não entendo.. A minha mãe entrava em paranóia até há uns anos quando eu dizia: mãe! Isto não me servee.. E ela, sandra isso é novo.. Pois pois. Não nos cabe a nós alterar isso :b.
Em relação aos preços, é uma injustiça! Sem dúvidaaa.. Basta dizer que paguei 30 euros, por umas calcinhas fofas que vi para ela :o LOL.

Beijinhoss

Maria disse...

Não podia concordar mais.
Quando se vê miúdos que ainda nem sabem andar com sapatilhas (caras e fofas)de marca ou até all star é o cúmulo.
Toca a investir é quando não crescermos mais :p

a.menina disse...

Looooool o que eu já me ri a ler o teu blogue =)
Li alguns dos teus textos, os que tinhas fotos mais engraçadas na minha opinião :p e gostei bastante, gostei muito mesmo =) vou voltar com mais tempo para deitar o olho ao outros textos que não tinham fotos tão engraçadas lool :p


E no que diz respeito a este texto... tudo mas é pa rua de cartazes nas mãos, bora fazer um "25 de Abril"!! Abaixo as roupas caras para os putos!! Lool :p

Beijinho!!

F. disse...

Obrigada pelo comentário :)
Só uma questão, como é que chegaste ao meu blog? :p

Cat disse...

fantástico...
mas agora ha uma inovacao...
ha umas loja que é tipo venda e compra...
em que a roupa usada mas em bom estado e vendida a essa loja e depois posta a venda aprecos muito baratos...

Rita disse...

Já tinha pensado nisto! é que há roupas de bebé mesmo caras, nao se justifica. Um quantidadezita de tecido chega a ser um balúrdio.
Escreve-se bem aqui.

Maria Anjos Varanda disse...

Concordo contigo...o preço devia ser proporcional ao tamanho....

é muito cara a roupa de bebé....e é como dizes quase que no dia a seguir já não serve....por isso é que nessas idades não vale a pena nem comprar muito nem comprar caro....vai mesmo ser só para uns diazitos...

Beijos

Cheese Maker disse...

"Um bebé, não me canso de dizê-lo, cresce ao ritmo de uma colónia de bactérias"


LOOOL é verdade sim senhor!

baby piggy disse...

Mais uma das tuas críticas construtivas! Palavras para quê?
Vai para sociólogo ou assim :p ahaha *

Ana disse...

Ora, nem mais.

Celinha 007 =) disse...

e dps kd se tem gemeos... upa upa!!! LOLOL *

Wilson disse...

O melhor é comprar roupa dois tamanhos superiores ao bebé.

Durante uns meses fica vestido à "dread"... Mas não deixa de ter estilo xD

Cola e Pipoca disse...

Bom blogue.
Passa no meu...
;)

Ritz B' disse...

Acho que ouvi alguma coisa acerca disto numa certa aula de geografia, não? x)

beijinhoo na testa*

Seasoing disse...

Eu em termos de roupa ya sou um pouco consumista, cada vez que saio à noite lá vou ali até à Pull ver uma t-shirt barata (até 3 ou 4€) ou procuro noutras lojas, mas a verdade é que cada vez mais as coisas estão super caras, e não é só roupa, muitos bens ecenssiais cada vez mais estão fora do alcance de cada vez mais pessoas!

(Desculpem os erros mas acordei à coisa de uma hora)

as velas ardem ate ao fim disse...

As roupitas pequenitas são memso carissimas.~

um bjo

Katia disse...

loool
como eu te kompreendo....e mts d vezes a roupa p bebesé bem mais kara k a d adulto
bjs bjs

Davi(d) disse...

Concordo plenamente!
que se faça a revolução :)

Ana disse...

Realmente a lógica deveria ser: pouco tecido = poucos euros, =)

é mesmo preciso uma revolução :b

Eli disse...

Não costumo olhar para o preço da roupa de bebés, mas as vezes derreto-me a olhar para os ténis e chego a reparar que o preço é idêntico ao de adulto.

j* disse...

Ora aqui está uma grande verdade...chega a ser absurdo o preço de algumas peças para bebés..mas sejamos realistas, independentemente do preço, são todas tão fofinhas :)*

Ana Paula Motta disse...

Ivan, "crescem ao ritmo de uma colónias de bactérias", rs. Adorei essa comparação. Aliás gosto sempre das analogias que fazes em teus textos. Beijinhos

ana limão disse...

That's it!
Mas agora o que importa é que já estou de férias. Vou ver filmes até (nunca) me fartar!!! :D

Ana Rita disse...

Concordo com tudo! Nunca percebi isso da roupa de criança ser muitas vezes mais cara de a de adulto. E afinal vai-se gastar tanto dinheiro para passado poucos meses deixar de servir, como disses-te!

Carolina disse...

e nem o design é original...
pq fofo fofo é vestir os pequeninos a parecerem adultos...



n s entende.

izzie disse...

O q fazer quando se chega uma semana atrasada e já disseram tudo?

- Rir! =)

É por estas e por outras q adoro o mundo blogosférico... ;)

Bigada Iven pela passagem... e q por lá fiques... eu vou fazer o mesmo.
***

CinemaParaíso disse...

Acho engraçado que abordes este tipo de tema, que poucos se lembrariam mas penso q todos têm algum tipo de opinião. A minha, parte da minha premissa de que os pais de hoje em dia idolatram os filhos desde o instante em que eles metem a cabeça fora da...fora da mãe, vá. A partir daí 'meu queridinho, és o melhor' ' repara em como ele começou a andar aos 14 meses, três dias e duas horas e a prima Susete só aprendeu a andar aos 14 meses, três dias e quatro horas, que atrasadinha que é aquela mocinha', e por aí fora. Ora este tipo de pais, cujo filho tem sempre razão - e isto é imperativo sobre as outras crianças e sobre, até, os professores' - porque não comprar-lhe roupinhas mais caras que as da mãe? Ainda que daí a uma semana estejam a fazer de pano do chão, porque obviamente já nao lhe servem...

Bem visto.

Filipa disse...

Que roupinha fofa!

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP