A Pílula

segunda-feira, maio 18, 2009

«Boa noite. A grande engrenagem encontra-se finalmente pronta a produzir, em série, uma pílula capaz de alimentar o ser humano. Até ver, o produto da empresa IFM leva a melhor sobre todos os concorrentes. Este é, senhoras e senhores, um pequeno passo para Homem.. um gigantesco salto para a Humanidade. Foi o telejornal, até amanhã.»

Todos os dias há novas vozes a insurgir-se contra o ritmo frenético imposto pelo stress acumulado do dia-a-dia. Uns falam em ruína da sociedade. Outros em rotura familiar e social. Há quem fale numa padronização da sociedade que impotente e indolente tende, cada vez mais, a considerar este modelo como «natural». Curioso ou não, no último fim de semana, ouvi uma ideia que tem tanto de tentadora como de polémica; algo tão revolucionário que transformará o amanhã para sempre. Em conversa, surgiu então a ideia de criar uma pílula. Uma pílula que à semelhança dos feijões mágicos garantisse que a dose diária recomendada de nutrientes, vitaminas, calorias e afins fosse satisfeita. Imaginem um mundo sem loiça para lavar, sem comer para fazer, sem carros de compras cheios e filas intermináveis. Factos são factos. Esta solução vem unificar, optimizar e preencher lacunas importantes - A fome no mundo. A melhoria dos hábitos alimentares. O fim da loiça suja. Entre outros. Dizem-me agora que este invento vem quebrar um elo secular - que vem trazer o caos social, o fim das refeições em família, do convívio e do prazer - não, não vem, digo-vos eu! Se quiserem um bife, vão comprá-lo. Se quiserem uma massinha de cantarilho - é simples vão ao restaurante. O comércio não fechará as portas. A vida continuará a mesma. A Pílula XXI (um bom nome, hein?) é um projecto com cabeça-tronco-e-membros que serve propósitos bem humanistas. É uma alternativa, só isso. Esta é, sem dúvida, uma ideia vencedora! Vaticino muito, e bom, dinheiro fiquem sabendo. Fiquem atentos ao telejornal, ainda vão ouvir falar desta ideia.
_______________________
Cuidado com os teleféricos.

26 comentários:

Andreia disse...

Está brilhante o.o
Adorei :)

baby piggy disse...

Um dia há-de ser criada e isso já se prevê à anos...
Que tristeza. Não é por isso, mas ainda bem que sou vegetariana e ainda bem que sou contra os comprimidos. xD *

Rosie Dunne disse...

isso é que era!
mas depois era tambem um horror para pessoas que, como eu, têm de estar sempre a mastigar qualquer coisa para não ficarem nervosos :D

Joli disse...

Epah, mas que coisa horrorosa, desculpa lá LOOOL

Eu agora estou com muita pressa, mas prometo amanhã fazer-te um comentário decente sobre este tema.

No entanto, fica já aqui a minha opinião: completamente contra esse comprimido. E não, não vais conseguir contratar-me para trabalhar nisso LOOL (eu sou bióloga ahahaha)

Fica bem :)

Aubergine. disse...

AHAH e lá se iam as refeições em família, os únicos momentos que a maior parte delas tem para estar juntos...

Não me parece que fosse solucionar os problemas do mundo, talvez para aqueles viciados em trabalho que não páram um segundo esse negócio fosse dar frutos, mas nao dispenso as minhas refeições :D

Beijinho *

Cat disse...

Abomino a ideia. Se tiver alguma utilidade, a nível, de problemas sociais como o da fome, tudo bem. Agora chegar à cozinha e em vez de ir fazer um belo cozinhado, abrir o frasco dos comprimidos? CREDO, NÃO!

Cat disse...

E até porque isso vem reduzir a alimentação a um mero acto biológico, um mero satisfazer das necessidades. O que, felizmente, não corresponde à verdade. Comer é um acto social, familiar, de convivio, de prazer, de experimentação, de degustação dos sentidos. Ámen.

Ivan Mota disse...

Mas eu deixei bem claro que isto não vem substituir a alimentação que se pratica normalmente desde a pré-história. O cozinhado continuará em voga. Esta é uma mera alternativa! Pensem nisto como se fosse um "Imodium Anti-Diarreaico". Em caso de necessidade.. toma-se. É prático, portátil, pequeno e rápido. Entre outras coisas poderia resolver o problema da fome, dos maus hábitos alimentares e fornecer as quantidades certas diárias de proteínas, vitaminas, calorias e nutrientes. Quem quiser continuar a fazer o seu comer, a lavar a sua loiça.. que o faça.

Filipa disse...

Eu ate vejo utilidade. Quantas vezes chegamos a casa cansados, sem vontade de mexer um pé? Quantas vezes, e derivado do estilo de vida que levamos, não temos tempo sequer para a alimebntação? Eu adoraria entrar no projeto - que de certeza dará milhões - mas faltam-se conhecimentos. OSNI!

# Gabriela | disse...

Scary porque ... ?

[ amei o texto ;D

# Gabriela | disse...

Bendita curiosidade Sr. Ivan.

Cat disse...

Eu sei que é só para quem quer... Mas acho que ia ser daquelas coisas que, a um certo ponto, já toda a gente se tornara dependente mas acerca das quais se diz "ah, a vida era tão melhor antes disto" :p

Alexandra disse...

Eu cá acho muito bem, e é preciso ver que tem muitos mais aspectos a favor que contra :P *

pudim. disse...

infelizmente não correu muito bem, olha que se lixe.

'stracciatella disse...

Não ia ter de me levantar da cama, se não me apetecesse! *.*
'Mãe, traz.me os meus comprimidos. Sim, sim, os da caixinha vermelha, que ainda não quero almoçar.'

Emília das Meias às Riscas disse...

Acho que só a ideia, é completamente inaceitável. A comida, é afinal um dos maiores prazeres da vida. Ainda que existam sempre rejeições à certos tipos de alimento. A verdade é qe a criação dessa tal pilula, só vem dar mais agonia ao ser humano... Sabias que com a invenção da máquina de lavar as pessoas começaram a ficar deprimidas pq nao tinham nada para fazer? deixamos de ir as compras e lavar loiça e isso serve de quê? achas que assim vamos ter mais tempo pros nossos filhos? nada disso... possivelmente vamos é passar mais horas sentados no sofá... Sou contra! *

Joli disse...

Não é nada super vencedora!

A sociedade está-se a tornar cada vez mais artificial, ai...

Eu agora tb nao tenho tempo LOL estou na faculdade xD

Mas logo a noite logo comento decentemente LOL xD

**

Andreia disse...

Por um lado com a fome que se está constantemente a ver no Mundo e por outro com as frequentes idas às cadeias de fast food quando não há tempo para preparar uma refeição decente, poderá ser uma alternativa a pôr em prática!

lilipat2008 disse...

Há uns anos houve uma professora minha que nos disse que, muito provavelmente, daqui a uns anos íamos à farmácia comprar comprimidos para o almoço...lol...o mais engraçado (ou não) é que essa ideia já está em execução...a dieta herbalife implica substituir o pequeno almoço e o jantar por comprimridos e batidos...o que me faz imensa confusão. Como é que comprimidos vão saciar a fome? O nosso organismo teria de mudar muito para que isso acontecesse...

:)

bjitos

Patrícia disse...

Não sei bem o que pensar desta ideia. Como complementar à alimentação, ou mesmo em vez de comermos um snack em sítios onde não nos é propicio, ingerirmos um comprimido.. pode ser bom, mas há sempre pessoas que usam e abusam irracionalmente destas coisas. Faz-me lembrar o caso da pilula do dia seguinte: é para usar em ultimo caso, mas há quem a use quase como método contraceptivo. Teria os seus prós e os seus contras, mas não sei até que ponto os prós seriam suficientes para a ideia avançar.

Dialecto Para Surdos disse...

Sou sincero quando digo que essa ideia nao me agrada em nada. Sou um grande fã das compras do mês, e acima de tudo um fã da cozinha. Nao tenho esse tipo de problemas com loiça, pois adquiri já a algum tempo uma maquina de lavar, que me proporciona muitas alegrias. Mas acima de tudo, gosto de abrir o meu frigorifico e poder petiscar alguma coisa, de tempos em tempos, durante todo o dia. E alem disso, não me imagino num mundo sem doces!

dream* disse...

Não gosto da ideia. Comer é tão bom. Tomar comprimidos é tão mau. Ponto. :D

Ivan Mota disse...

Sou sincero, continuo a achar que vocês não estão a perceber a ideia. A Pílula XXI não vem substituir os alimentos. É uma mera alternativa. Tem aplicações extraordinárias, no meu entender.

CG disse...

Se der para matar a fome no mundo, ou seja, se a distribuirem gratuitamente, o que duvido, perfeito!
Apesar dos benefícios que possa ter, acho que não a tomaria. Gosto demasiado de comer, mastigar os alimentos, sentir os sabores, cheirar os aromas, enfim... por mais agitado que um dia possa ser, para mim, tem de haver sempre tempo para comer. E não me importo nada de lavar a loiça a seguir ;)
Big Kisses

al disse...

claro q não estão a perceber a ideia! viva a pílula XXI!!
e.. se montares o 'negócio'.. incluis-me? ;-)

bjis
al

Sanxeri disse...

Tens imaginaçao. Regista essa ideia, para nao ta roubarem. :P

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP