A Honra

domingo, dezembro 13, 2009

«Estou muito feliz por ter conhecido aqui os nossos árbitros, para mim foi uma honra do (...) e um prazer ter conhecido gente da vossa categoria, pessoas que me deixaram uma boa recordação...» - Sousa Cintra (antigo presidente do Sporting Clube de Portugal)

"Juro por minha honra que..". A honra já não é o que era. É certo que, ainda hoje, a honra costuma ser o primeiro argumento invocado pelos políticos que surgem envolvidos em casos de corrupção, mas, e sejamos justos, é também uma reação compreensível perante a força que uma acusação representa nos dias de hoje. A honra já não é o que era. Hoje o capitão do navio já não é o último a abandonar o barco, o treinador é sempre o último a despedir-se, políticos, empresários, administradores ou dirigentes desportivos alegam que abandonar o barco em plena tempestade é, a todos os níveis, uma retirada desonrosa, os médicos insistem em passar atestados quando assim não se justifica, acabaram-se os duelos de honra, o ritual suicida dos samurais, etc. Noutros tempos, o opróbrio da desonra era não só um problema para o indivíduo, mas também para toda a família e gerações vindouras. A desonra funcionava como uma maldição de duração indeterminada, uma noção que contraria as actuais correntes de pensamento, as quais libertaram o pensamento do Homem de todo o tipo de restrições que lhe são impostas. Apesar disso, que uma família fique marcada para toda a vida pelo alegado comportamento desonroso do tetra-avô do avô da tia parece-me absurdo. Contudo, continuo a ter a sensação, em muitas situações, de que existem condutas tudo menos honrosas na nossa sociedade. É um pouco como diz o outro: A honra já não é o que era.
_______________________
Cuidado com os teleféricos.

10 comentários:

Emília das Meias às Riscas disse...

A honra já não é de facto o que era. Se calhar fazia-nos bem levar a tragédia Ilíada à letra. =) *

ritinha disse...

Não é só a honra que já não é o que era ! mas é um facto que perder-se a honra é demasiado triste .. !

AL disse...

olá Ivan,
desculpa invadir-te o espaço com um comentário a despropósito.. só pq ñ tenho o teu mail e gostava q visses isto, acho lindíssimo!
bjis
http://o-vento-que-passa.blogspot.com/2009/12/pureza-artistica-de-um-povo-intocado.html

'Drii disse...

acho que deviamos continuar a ter honrar e tambem a honrar aqueles que merecem, mas a sociedade muda.
é verdade, estará o futuro nas nossas mãos ou o destino já o tem traçado? é só duvidas as quais poucas respostas existem

'Drii disse...

acho que deviamos continuar a ter honrar e tambem a honrar aqueles que merecem, mas a sociedade muda.
é verdade, estará o futuro nas nossas mãos ou o destino já o tem traçado? é só duvidas as quais poucas respostas existem

Emília das Meias às Riscas disse...

Ahaha, meu compatriota, é quase um martírio a ti mesmo ainda não teres provado o café de caramelo com gelo. Vai imadiatamente prova-lo, qualquer coisa eu passo lá as tardes, em trabalhos de grupo ou a ver as horas passar :D *

disse...

Oláa. Desculpa ter invadido o teu espaço mas vi um comment teu num blog e decidi dar cá um salto e ver como é o teu blog. Está porreiro, sim senhor :)

E também no que conta às palavras e a forma como escreves, deixa-me dizer-te que o fazes muito bem :D

Bem olha se quiseres passar pelo meu blog e ver o que tenho por lá, estás à vontade.

Beijinhos

disse...

Oláa. Desculpa ter invadido o teu espaço mas vi um comment teu num blog e decidi dar cá um salto e ver como é o teu blog. Está porreiro, sim senhor :)

E também no que conta às palavras e a forma como escreves, deixa-me dizer-te que o fazes muito bem :D

Bem olha se quiseres passar pelo meu blog e ver o que tenho por lá, estás à vontade.

Beijinhos

A. disse...

Obrigada pelo comentário :)
Por muito que os tempos mudem, para mim, a época natalícia nunca deixará de ser especial.

Estou totalmente de acordo, actualmente a honra já não é tão valorizada como antes. Apesar de antigamente conseguir ser levada ao extremo, onde a família sofria com um acto de desonra de um antepassado, concordo que devíamos continuar a conservar a honra de cada indivíduo. Apesar da sociedade se modificar, existem coisas que devem continuar a fazer parte de nós. ;)
Gostei do texto.

emD disse...

tens toda a razão!

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP