A (boa) Gatunagem

segunda-feira, março 07, 2011

«Você não tem vergonha de andar a roubar carteiras, em vez de trabalhar? Está preso em nome da lei...»

É muito aborrecido um tipo ficar sem carteira nos apertões do metropolitano ou encontrar a casa assaltada quando regressa de férias - ninguém duvida. Porém, um mundo habitado apenas por gente séria talvez não fosse o paraíso que muito tendem a apregoar. Arrisco mesmo que a nossa estrutura social, construída a contar com a gatunagem, a delinquência e a criminalidade barata, sofreria um rude golpe se elas desaparecessem. Se de um momento para o outro desaparecessem os ladrões e toda essa escória dos fora da lei, que faríamos nós dos polícias, juízes, advogados, do pessoal dos serviços prisionais e de toda a complexa máquina da justiça? Desemprego?... Mas os problemas não se ficam por aí, pois seria tarefa bem difícil reconverter toda a gama de indústrias que produzem artigos destinados a proteger o cidadão dos amigos do alheio. Como é claramente o caso das portas e portões à prova de todas as artimanhas, das chaves, dos cadeados e aloquetes, dos fechos, das trancas e gradeamentos, dos cassetetes, das algemas e arames farpados, dos alarmes anti-roubo e de toda uma enorme diversidade de dispositivos de segurança, dos mais simples aos mais sofisticados. Numa sociedade como a nossa - e por muito que isso pese às mentalidades - os gatunos têm o seu lugar entre nós e contribuem, à sua maneira, é certo, para fomentar o emprego e desenvolver a produção industrial. Queiramos ou não, são nossos parceiros sociais.
_______________________
Cuidado com os teleféricos

3 comentários:

Wilson disse...

Um bom ponto de vista.

Fizeste-me pensar. A partir de hoje olharei para os ladrões de maneira diferente! :b

Delta (Δ) disse...

uma excelente perspectiva sem dúvida! o desemprego já ta com valores elevados o suficiente para ainda receberem uma ruptura a essa escala! (LOL) bem visto e bem escrito (como sempre). Cumps

  © Blogger templates Newspaper by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP